Livro Primeiras Águas - Poesias

Este é o livro I da série Primeiras Águas.

Campanha Gravatá Eficiente

Fomentando uma nova plataforma de discussão.

A Liberdade das novas idéias começa aqui.

quinta-feira, 31 de março de 2011

Confirmo Minha Presença.

Academia de Letras e Artes de Gravatá vai empossar novo presidente

A Academia de Letras e Artes de Gravatá vai empossar no próximo sábado (02/04) a nova diretoria do órgão, que terá como presidente o acadêmico em letra, Josias Teles da Silva, e vice-presidente, o escritor Geraldo Torres de Sá Ferraz. A solenidade acontecerá no Salão 3S a partir das 20 horas.
 
Me sinto muito feliz e honrado pelo convite feito pelo novo presidente, meu amigo Josias Teles e registro de público a minha satisfação e honra em poder colaborar com a nova gestão.
 
É de suma importância que um Gravataense, um homem de visão, interessado pela literatura, pela arte e pelas riquezas materiais e imateriais que nossa Gravatá é detentora, defendendo nossos maiores valores e memórias, esteja a frente desta casa que muito nos honra. Josias Teles é este homem.
 
Você sabe que pode contar sempre comigo.
Vamos em frente. O trabalho nos espera.
 
Parabéns ao amigo J. Teles.
Sucesso.

quarta-feira, 30 de março de 2011

Reforma Política: Comissão do Senado aprova sistema proporcional com lista fechada;'distritão' é derrotado

BRASÍLIA - Numa votação sobre sistema eleitoral, a Comissão de Reforma Política do Senado aprovou a adoção da lista fechada nas eleições proporcionais (deputados federais, deputados estaduais e vereadores).

A proposta mantém o atual sistema proporcional, mas adota a lista fechada - onde os partidos escolhem a lista de candidatos, e o eleitor apenas vota nessa lista. Na prática, o PT venceu a batalha, derrotando a proposta do PMDB, o chamado "distritão" - onde os estados são transformados em distritos e são eleitos os mais votados.

Ao todo, nove senadores votaram no sistema proporcional com lista fechada, enquanto sete votaram no "distritão". Na prática, se a proposta for aprovada em definitivo, os eleitores passarão a votar nos partidos e não mais diretamente nos candidatos.

A maioria dos senadores não queria votar, diante da falta de consenso entre os senadores sobre qual o melhor sistema eleitoral. Mas o presidente da Comissão, senador Francisco Dornelles (PP-RJ), fez questão de realizar a sessão e promover a votação, alegando que era importante o grupo ter uma posição oficial a ser levada ao conjunto do Senado.

A sessão da Comissão foi realizada mesmo depois de o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), suspender as atividades diante do falecimento do ex-vice-presidente José Alencar. Na abertura, Dornelles alegou que Alencar era conhecido por ser um trabalhador incansável e que, então, o trabalho da comissão não deixava de ser uma homenagem a ele.

Numa aliança inusitada, os senadores do PT e do DEM acabaram se unindo para derrotar o "distritão". O líder do DEM, Demóstenes Torres (GO), votou a favor do sistema proporcional com lista fechada, ao lado do líder do PT, senador Humberto Costa (PE).

Os nove votos a favor da lista fechada foram: Humberto Costa, Demóstenes; Luiz Henrique (PMDB-SC), Roberto Requião (PMDB-PR), Jorge Viana (PT-AC), Wellington Dias (PT-PI), Ana Rita (PT-ES), Antônio Carlos Valadares (PSB-ES) e Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM).

O atual sistema proporcional garante que as cadeiras à disposição em cada Casa legislativa sejam distribuídas proporcionalmente aos votos obtidos pelos candidatos, dentro do chamado quociente eleitoral.

Com a lista fechada, a intenção é fortalecer os partidos, porque a ordem dos candidatos será definida pelas siglas. O sistema proporcional com lista fechada é usado atualmente em países como Portugal e Espanha.

- A democracia precisa de partidos fortes. Nesse sistema, vota-se pela proposta do partido. E essa é a melhor proposta para que se adote o financiamento público de campanha - disse Humberto Costa.

Derrotado, Dornelles lamentou. Ele defendeu o "distritão".

- O sistema proporcional com lista fechada é a pior das propostas, porque retira do eleitor o direito de escolher seu candidato. Mas tenho que respeitar. O importante era a tomada de uma decisão - disse Dornelles.

Os senadores do PSDB, como Aécio Neves (PSDB-MG) preferiram se abster na votação, pois são favoráveis ao sistema distrital misto com lista fechada _ metade das cadeiras é preenchida por parlamentares eleitos diretamente e metade pelas listas partidárias.

- Voto pela abstenção. E o PSDB vai insistir no distrital misto em Plenário - disse Aécio.

O chamado "distritão" recebeu sete votos, entre eles do ex-presidente Itamar Franco (PPS-MG), Ana Amélia (PP-RS) e do ex-governador Eduardo Braga (PMDB-AM).


José Alencar: Exemplar como Brasileiro, Político, Empresário, Homem.

José Alencar Gomes da Silva (Muriaé, 17 de outubro de 1931 — São Paulo, 29 de março de 2011) foi um empresário e político brasileiro. Foi senador pelo estado de Minas Gerais e vice-presidente do Brasil de 1 de janeiro de 2003 a 1 de janeiro de 2011.

Foi um dos maiores empresários do estado de Minas Gerais. Construiu um império no ramo têxtil, sendo a Coteminas sua principal empresa. Elegeu-se vice-presidente da República do Brasil na chapa do candidato do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, em 2003, conseguindo a reeleição em 2006, assegurando, portanto, a permanência no cargo até o final de 2010.



Nascimento e vida
 
Filho de Antônio Gomes da Silva e Dolores Peres Gomes da Silva, começou a trabalhar com sete anos de idade, ajudando o pai em sua loja. Tinha 14 irmãos e irmãs. Quando fez quinze anos, em 1946, foi trabalhar como balconista numa loja de tecidos conhecida por "A Sedutora". Em maio de 1948, mudou-se para Caratinga, para trabalhar na "Casa Bonfim". Notabilizou-se como grande vendedor, tanto neste último emprego, quanto no anterior. Ainda durante sua infância, entrou para o movimento escotista.



Carreira profissional e empresarial

Aos dezoito anos, iniciou seu próprio negócio. Para isto contou com a ajuda do irmão Geraldo Gomes da Silva, que lhe emprestou quinze mil cruzeiros. Em 31 de março de 1950, abriu a sua primeira empresa, denominada "A Queimadeira", localizada na cidade de Caratinga. Vendia diversos artigos: chapéus, calçados, tecidos, guarda-chuvas, sombrinhas, etc. Manteve sua loja até 1953, quando decidiu vendê-la e mudar de ramo.

Iniciou seu segundo negócio na área de cereais por atacado, ainda em Caratinga. Logo em seguida participou - em sociedade com José Carlos de Oliveira, Wantuil Teixeira de Paula e seu irmão Antônio Gomes da Silva Filho - de uma fábrica de macarrão, a "Fábrica de Macarrão Santa Cruz".

No final de 1959 seu irmão Geraldo faleceu. Assumiu então os negócios deixados por ele na empresa União dos Cometas. Em homenagem ao irmão, a razão social foi alterada para Geraldo Gomes da Silva, Tecidos S.A.

Em 1963, constituiu a Companhia Industrial de Roupas União dos Cometas, que mais tarde passaria a se chamar Wembley Roupas S.A. Em 1967, em parceria com o empresário e deputado Luiz de Paula Ferreira, fundou, em Montes Claros, a Companhia de Tecidos Norte de Minas, Coteminas. Em 1975, inaugurava a mais moderna fábrica de fiação e tecidos que o país já conheceu.

A Coteminas cresceu e hoje são onze unidades que fabricam e distribuem os produtos: fios, tecidos, malhas, camisetas, meias, toalhas de banho e de rosto, roupões e lençóis para o mercado interno, para os Estados Unidos, Europa e Mercosul.


Carreira política

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o vice-presidente José de Alencar sobem a rampa do Palácio do Planalto, observados pelos Dragões da Independência e por milhares de pessoas que assistiam à cerimônia na Praça dos Três Poderes.Na vida política, foi presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais, presidente da FIEMG (SESI, SENAI, IEL, CASFAM) e vice-presidente da Confederação Nacional da Indústria. Candidatou-se às eleições para o governo de Minas Gerais em 1994 e, em 1998, disputou uma vaga no Senado Federal, elegendo-se com quase três milhões de votos. No Senado, foi presidente da Comissão Permanente de Serviço de Infra-Estrutura - CI, membro da Comissão Permanente de Assuntos Econômicos e membro da Comissão Permanente de Assuntos Sociais.

Foi, ao início, um vice-presidente polêmico, ao assumir o cargo em 2003, tendo sido uma voz discordante dentro do governo contra a política econômica defendida pelo ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci, que mantém os juros altos na tentativa de conter a inflação e manter a economia sob controle.

Já a partir de 2004, passou a acumular a vice-presidência com o cargo de ministro da Defesa. Por diversas oportunidades, demonstrou-se reticente quanto à sua permanência em um cargo tão distinto de seus conhecimentos empresariais, mas a pedidos do presidente Lula, exerceu a função até março de 2006. Nesta ocasião, renunciou para cumprir as determinações legais com o intuito de poder participar das eleições de 2006. Foi considerado pela Revista Época um dos 100 brasileiros mais influentes do ano de 2009[2].

Em 25 de janeiro de 2011, recebeu a medalha 25 de janeiro da prefeitura de São Paulo[3]. Ao entregar a medalha ao ex-vice-presidente, a presidente Dilma Rousseff ressaltou:

“Eu tenho certeza de que cada brasileira e brasileiro deste imenso país gostaria de estar agora em São Paulo – esta cidade-síntese do espírito empreendedor do país que completa hoje 457 anos de existência – para entregar junto conosco a Medalha 25 de Janeiro ao nosso eterno vice-presidente da República, José Alencar.”

Já, Alencar disse:

"Não posso me queixar. A situação está tão boa que não tem como melhorar, todo mundo está rezando por mim".

Apesar de estar em uma cadeira de rodas, ele ainda até brincou com o público dizendo:

"Aprendi com Lula que os discursos devem ser como um vestido de mulher: nem tão curtos que possam escandalizar, nem tão longos que possam entristecer".



Problemas de saúde e morte



Lula, Alencar e a Presidente Dilma no hospital Sírio-Libanês.


José Alencar possuía um delicado histórico médico. A partir do ano 2000, enfrentou um câncer na região abdominal, tendo passado por mais de 15 cirurgias - uma delas com duração superior a 20 horas. Em sua longa batalha contra o câncer, submeteu-se a um tratamento experimental nos Estados Unidos, com resultado inconclusivo. Em 2010, após repetidas internações e intervenções médicas, decidiu desistir de se candidatar ao Senado.

No final de seu mandato como vice-presidente da República, em 2010, apresentou o complexo estado de saúde, sendo até mesmo necessária a interrupção do tratamento contra o câncer. No dia 22 de dezembro de 2010, foi submetido a uma cirurgia para tentar conter uma hemorragia no abdômen.[6] No dia seguinte Lula e a então presidente eleita Dilma Rousseff visitaram-no no hospital Sírio-Libanês em São Paulo.
Voltou a ser internado em março de 2011, vindo a morrer no dia de ontem devido a uma parada cardíaca na sequência de uma falência múltipla dos órgãos..

A presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula da Silva, que no momento da morte de Alencar se encontravam em Portugal por motivo da atribuição de um doutoramento honoris causa ao ex-presidente do Brasil concedido pela Universidade de Coimbra, anteciparam o seu regresso, para o dia de hoje (30 de março). Dilma Rousseff ofereceu à família de Alencar o Palácio do Planalto para que o corpo seja velado e decretou um luto nacional de uma semana. Lula e Dilma deveriam deixar Portugal apenas ao final do dia.


José Alencar Por José Alencar

Frases José Alencar - Pensamentos José Alencar - Citações José Alencar

O homem deve viver preparado para morrer a qualquer instante, e deve proceder como se não fosse morrer nunca.

Não tenho medo da morte porque cada coisa tem seu tempo. O que estou fazendo, me tratando, é cumprir a minha parte com responsabilidade.

Os médicos disseram que talvez eu tivesse amnésia pós-operatória. Não tive, mas, pensando bem, com a quantidade de contas que tenho para pagar depois de tantos dias no hospital, até que seria uma boa uma amnésia.

Quando eu ficar curado posso até ganhar um diploma de oncologista.

Se eu morrer agora, tá bom demais.

domingo, 27 de março de 2011

Hoje tem em Gravatá – Sucesso confirmado

Evento acontece todo último sábado de cada mês com uma programação direcionada para toda a família

Na quinta edição do projeto Hoje Tem em Gravatá a marca do sucesso ficou confirmada. Seguindo a mesma proposta de uma programação familiar e a valorização dos artistas da cidade, sempre na Praça Dez todo último sábado de cada mês, o evento mais uma vez mostrou que está firmado no calendário festivo de Gravatá.

Barracas de comidas típicas, artesanato, brinquedos educativos e outros atrativos da terra foram destacados e expostos para venda. A cada edição o número de participantes vem aumentando. “Desta vez contamos com 12 barracas e já no próximo evento, dia 30 de abril, vamos ter mais duas participantes”, disse o secretário de Turismo, Ricardo Guerra.

Entre as atrações se apresentaram o grupo de dança Gravatart que levou um pouco da cultura nordestina com apresentações que lembram do homem do Sertão até o frevo. Para dar um gostinho da Semana Santa, o grupo de Teatro Amadores de Gravatá (ICETAG) mostrou trechos da peça a Paixão de Jesus. As mais importantes passagens da Bíblia que serão representadas durante o evento em Abril.

Paralelo aos eventos da praça, a exposição Sertão do Zé do Mestre também compôs o cenário do Hoje Tem em Gravatá. O retrato do homem sertanejo e seus costumes mostrados através de fotos e vídeos de um dos artesãos mais famosos de Pernambuco. Outro atrativo ficou por conta do lançamento do livro do Professor e poeta Ricardo Vieira intitulado Primeiras Águas.






Só Tenho a Agradecer ao Prefeito Ozano Brito, ao Secretário de Turismo Ricardo Guerra e seu Adjunto Ricardo Fernandes, a minha querida amiga Vera Solto Maior, ao meu amigo Josias Teles, ao locutor Joel Andrade e a todos que fazem parte da Secretaria de Imprensa, por mais uma oportunidade de divulgar meu trabalho.


Acompanhado de Carlitos (Babalu) e dos Primos Francisco Guerra (azul) e Ricardo (Vermelho), âmbos de Olinda.








UMA NOTÍCIA QUE NOS ENTRISTECE

O povo egípcio derrubou o ditador Mubarak, enquanto no Brasil em dias de eleições, os brasileiros sem noção fazem fila para eleger os políticos que vão governar em causa própria.
UM MINUTO DE SILÊNCIO!

Ontem, os deputados federais mostraram a cara e não votaram o projeto de lei FICHA LIMPA. Para quem não sabe, ontem, foi rejeitada a votação, na Ordem do Dia da Câmara Federal, o Projeto de Lei FICHA LIMPA, que impede a candidatura a qualquer cargo eletivo, de pessoas condenadas em primeira ou única instância ou por meio de denúncia recebida em tribunal – no caso de políticos com foro privilegiado – em virtude de crimes graves, como:

racismo, homicídio, estupro,homofobia, tráfico de drogas e desvio de verbas públicas...


A IMPRENSA FOI CENSURADA E ESTÁ IMPEDIDA DE DIVULGAR ! PORTANTO, VAMOS USAR A INTERNET,PARA DAR CONHECIMENTO AOS OUTROS 198.000.000 DE BRASILEIROS QUE OS DEPUTADOS FEDERAIS TRAÍRAM O POVO!

CORRUPTOS DE VOLTA

Enquanto os corruptos comemoram, o Brasil todo está decepcionado com o voto de desEmpate do Ministro Luiz Fux que colocou os corruptos de volta no Congresso Nacional.


MENSAGEM ORIGINAL:
 

(61) 3217-4388


Veja o alerta original da Avaaz abaixo:

Caros amigos,

O STF decidiu ontem: a Ficha Limpa só será válida para 2012.

O Ministro Luiz Fux quebrou todas as expectativas e frustrou a sociedade brasileira ao dar o voto do desempate que liberou os corruptos barrados a assumirem seus postos no Congresso Nacional. Ao ser apontado para o STF, o Ministro Fux elogiou a Ficha Limpa dizendo que ela “conspira a favor da moralidade”. Somente ontem ficamos sabendo do seu verdadeiro posicionamento.

O voto do Ministro Fux significa que corruptos famosos como Jader Barbalho, João Capiberibe e Cássio Cunha Lima irão assumir seus cargos. É um tapa na cara da sociedade brasileira que lutou árduamente pela aprovação da Ficha Limpa.

Vamos dizer para o Ministro Luiz Fux o que pensamos, clique abaixo para enviar uma mensagem para ele:



Cinco Ministros do STF, o Ministério Público Federal e o Tribunal Superior Eleitoral, todos analisaram a Ficha Limpa e concordaram que a sua validade para 2010 é plenamente constitucional. Até a Ministro Fux ser apontado havia um empate de 5 juízes contra e 5 a favor da validade da Ficha Limpa para 2010. Ele deveria ter quebrado o empate favorecendo o povo brasileiro, não os interesses dos corruptos.

Brasileiros de todos os cantos do país se uniram em uma escala fenomenal e lutaram bravamente para aprovar a Ficha Limpa. No começo poucos acreditavam que ela seria aprovada, mas juntos nós pressionamos os deputados durante todo o trâmite da lei no Congresso, garantindo que a Ficha Limpa finalmente se tornasse lei. E nós vencemos. Mais de 2 milhões de nós fizemos isto acontecer. O entusiasmo pela aprovação da Ficha Limpa tomou conta da mídia e da sociedade, simbolizando uma nova era na política brasileira.

O Ministro Luiz Fux foi bem recebido pelos grupos da sociedade civil como um “apoiador da Ficha Limpa” porém ontem, ele decepcionou a todos nós. Há pouco que podemos fazer para reverter a decisão do STF, mas vamos inundar os emails do Ministro Fux com mensagens de todo o Brasil, mostrando a nossa indignação. Clique abaixo para enviar a sua:


Este não é o fim desta história, ainda temos um longo caminho a percorrer para consertar a política brasileira, acabar com a impunidade e finalmente ter políticos decentes nas urnas. Não será fácil, mas este é um movimento do povo brasileiro e com determinação, nós temos o poder de gerar as mudanças a longo prazo que o nosso país tanto merece.

Com esperança,

Alice, Graziela, Ben, Laura, Milena, Pascal, Ricken e toda a equipe Avaaz



Leia mais:

Fichas-sujas comemoram decisão do STF:
http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/fichassujas+comemoram+decisao+do+stf/n1238187815196.html

Fux vota pela validade da Lei da Ficha Limpa só em 2012:
http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI5024770-EI7896,00-Fux+vota+contra+Ficha+Limpa+em+lei+pode+valer+so+em.html

Ficha Limpa: Voto de Minerva do ministro Luiz Fux recebe críticas no meio jurídico:
http://oglobo.globo.com/pais/mat/2011/03/23/ficha-limpa-voto-de-minerva-do-ministro-luiz-fux-recebe-criticas-no-meio-juridico-924075303.asp

Veja quem pode ganhar vaga no Congresso após decisão do STF:
http://g1.globo.com/politica/noticia/2011/03/veja-quem-pode-ganhar-vaga-no-congresso-apos-decisao-do-stf.html

Presidente da OAB diz que voto de Fux 'frustra sociedade':
http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI5025086-EI7896,00-Presidente+da+OAB+diz+que+voto+de+Fux+frustra+sociedade.html

Validade da Ficha Limpa em 2010 é um 'acerto', diz procurador:
http://www1.folha.uol.com.br/poder/892859-validade-da-ficha-limpa-em-2010-e-um-acerto-diz-procurador.shtml

Eles estão de volta: Jader, Cunha Lima e os Capiberibes:
http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2011/03/23/eles-estao-de-volta-jader-cunha-lima-os-capiberibes-370720.asp

Decisão do STF abre as portas do Congresso para condenados por corrupção:
http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI5026374-EI294,00-Decisao+do+STF+abre+as+portas+do+Congresso+para+condenados+por+corrupcao.html
PS. Se você puder, ligue para o Gabiente do Ministro Fux no telefone:

PARABÉNS, PRESIDENTE DILMA


Brasil vota contra o Irã na ONU e ganha aplauso da oposição persa

País assumiu posição anti-Teerã em um órgão das Nações Unidas pela primeira vez em 8 anos

Diplomacia brasileira nega contraposição ao governo iraniano, mas é assim que os opositores dele, realizados, o veem

CLÓVIS ROSSI
COLUNISTA DA FOLHA

Pela primeira vez em oito anos, o Brasil votou ontem contra o Irã em um organismo da ONU, o Conselho de Direitos Humanos.

O conselho aprovou por 22 votos a favor, 7 contra e 14 abstenções a designação de um relator especial para investigar denúncias de violações de direitos humanos no país. A Folha antecipou o voto no último dia 3 de março.

Trata-se de uma sinalização de mudança no governo Dilma Rousseff em relação ao de Lula, que vinha evitando críticas ao Irã.

Ontem, em entrevista à Folha, o chanceler de Lula, Celso Amorim, disse que não apoiaria a resolução se estivesse no governo.

A única vez em que Lula ficou contra o Irã foi em 2003, quando a 3ª Comissão da Assembleia Geral (bem menos importante), apontou violações aos direitos humanos com base em relatórios de enviados ao país. Desde então, foram sete abstenções.

Já no conselho e na sua antecessora, a Comissão de Direitos Humanos, o Brasil votou a favor de relatores durante os anos 90, mas vinha se abstendo desde 2001, "com base no compromisso assumido pelo governo iraniano de aperfeiçoar sua cooperação com o sistema", segundo a embaixadora Maria Nazareth Farani Azevêdo.

De fato, de 2001 a 2005, houve seis visitas de relatores ao Irã, mas a cooperação foi interrompida a partir da chegada ao poder do presidente Mahmoud Ahmadinejad, o que levou agora ao voto a favor. À Folha, a embaixadora foi mais direta: "O voto não é contra o Irã, mas a favor do sistema de direitos humanos da ONU".



IRANIANOS

Agora, não há sanções, mas investigação. Foi nessa linha a conversa que Maria Nazareth teve com o embaixador iraniano, Sayed Sajjadi, antes da votação.

Explicou que o Brasil é tão aberto que, nos quatro anos e meio de vida do conselho, recebeu ao menos 16 relatores.

Não deve ter convencido Sajjadi, que em seu pronunciamento negou, como era previsível, que o Irã desrespeite os direitos humanos e não coopere com os organismos internacionais.

"O enfoque do Irã na promoção e proteção dos direitos humanos é baseado na sua religião e na sua cultura", disse o embaixador.

Já a embaixadora dos EUA, Eileen Chamberlain Donahoe, cumprimentou a brasileira pelo voto, mas ouviu um pedido: "Me ajude, Eileen. Precisamos aplicar o mesmo em outras situações de não cooperação".

Maria Nazareth não citou países nessa condição, mas a página da alta comissária para os direitos humanos deixa claro que Israel, aliado dos EUA, é um deles.

Por mais que a diplomacia brasileira diga que não é um voto anti-Irã, é assim que ele é percebido ao menos pela oposição iraniana.

"É uma forte mensagem de apoio ao povo iraniano", reagiu Shirin Ebadi, Nobel da Paz em 2003.

A Campanha Internacional por Direitos Humanos no Irã disse que foi de "particular importância" o Brasil ter votado contra o país.

IMPRENSA DIVULGA NOSSA AÇÃO

HORA DO PLANETA

Alunos de Gravatá foram ás ruas conscientizar população


Sob a coordenação do professor Ricardo Vieira, os alunos intensificaram o trabalho e conseguiram chamar atenção nas ruas de Gravatá.

Neste sábado (26/03) todo o mundo vai parar para Hora do Planeta. Uma hora dedicada ao planeta terra, sua preservação e conscientização da população. A Hora do Planeta consiste em todos apagarem as luzes de suas casas, locais de trabalho e outros ambientes durante uma hora para que assim o planeta tenha seu momento e as pessoas analisem sobre os desperdícios que acontecem diariamente. A ação será no sábado das 20:30 às 21:30.

Em Gravatá, alunos da Escola Cônego Eugênio Vilanova estão participando da ação e saíram ás ruas da cidade na tarde da última sexta-feira (25/03) entregando panfletos informativos e incentivando as pessoas a aderirem á campanha. Sob a coordenação do professor Ricardo Vieira, os alunos intensificaram o trabalho e conseguiram chamar atenção nas ruas de Gravatá. “Apenas uma hora com as luzes apagadas para o nosso planeta, desperdiçamos tempo com tantas coisas, e as essenciais são deixadas para trás. O planeta pede socorro e ninguém está percebendo isso. Ainda há tempo para correr atrás do prejuízo e buscar um mundo melhor para nossas gerações que estão por vir”, concluiu o professor.















sexta-feira, 25 de março de 2011

MORRE UM AMIGO, UM PAI.


Professor Fernando Sabino
Fevereiro de 1942 a  Março de 2011.



Eu ainda não tenho condições de externar todo o meu sentimento diante da partida do amigo Fernando Sabino. O Professor, o Amigo, o Confidente, o Companheiro, o Guru, o Pai. Não precisamos de uma longa convivência juntos para desenvolvermos um carinho paternal e nunca foi preciso mais que umas boas palavras escritas direto do coração para nos tornarmos parceiros espirituais. Nesse momento de saudade e de muita lamentação da família que mora na França e dos Amigos Brasileiros espalhados pelos estados de Pernambuco, Paraíba, Ceará, São Paulo e Rio de Janeiro, eu só preciso dizer que ele foi, sem hipérbole, um Pai muito querido e admirado.

Ontem, quando cheguei em casa depois de uma tarde de trabalho na ECEV, abri minha caixa de emails e lá estava a triste notícia de sua partida. Recebi através da sua amada filha Caroline Gonçalves Chevalie, informando que haviamos perdido essa figura tão especial na vida de tanta gente. Como ainda não parei para criar algo que fosse a sua altura, através da poesia, por enquanto, quero compartilhar com todos uma carta escrita por Caroline e enviada a todos os amigos íntimos e familiares. Nela, Caroline foi muito feliz em nos dizer o que foi e pra sempre será ter o amor e o carinho de Fernando Sabino.


O Momento da Despedida



Meu pai estava preparando para partir... Eu vi papai dizendo adeus aos amigos como quem diz “Vou até ali e a gente se vê logo!”. Em seu último suspiro o quarto estava cheio de gente de luz...

Naquela tarde do dia 22/03 ele estava agitado querendo me falar algo. Tentei ver se era a posição no leito ou qualquer outra forma de desconforto físico. Mas não era. Ele continuava tentando falar... Mas o tubo da traqueotomia não deixava.

Ora, ele tinha ficado agitado quando eu disse que já havia uma UTI disponibilizada para nós o trazermos para casa. Foi aí que ele começou a falar sem som... Olhei fundo nos olhos dele e me deu a nítida impressão de que ele queria dizer que estava cansado.

“Pai, o senhor está cansado?” — senti que ele confirmava pelo silencio de tentativas vocais. Então eu disse a ele que sabia que ele não tinha ido ainda porque havia prometido voltar para casa, e porque estava ainda preocupado conosco. E disse que ele ficasse tranqüilo, que todos que ele amava seriam muito bem cuidados.

E concluí:
“- O que Deus fez em todos nós durante esses dias, foi poderoso papai. O que Ele fez em mim foi mais que maravilhoso. Papai, se o senhor quiser descansar, descanse. Tudo foi perfeito. Perfeito papai”. Assim ele aquietou-se e parou de tentar falar!...

“Pai, se o senhor cansou, não lute mais. O senhor já saiu de todas aqui por milagre de Deus e pela sua vontade de vencer apenas por nossa causa. Mas agora não precisa mais... Se seu coração está cansado e se o senhor quer ir pro Lar. Então, meu amor, vá... O Senhor estará e continuará sempre conosco!”

Papai viveu e morreu com o coração! Ele não morreu do coração. Ele partiu de coração! Papai partiu em razão da paz.

Ah! Como eu amei, amo e amarei sempre esse meu pai que é mais que pai, e que é meu mestre e minha melhor consciência entre os homens!

Papai era como um pé de Cumarú.

Largo, denso, amplo, entrado nas alturas, profundo nas raízes, forte no tronco, imenso, acima das demais copas; um abrigo contra a tempestade, um refúgio contra o vento, uma madeira de lei; durável, resistente, imutável; sempre no seu próprio lugar, porém, atrativo.

Assim é o Cumarú. Assim foi papai.

Papai! Estou grata e feliz pelo fruto de sua vida. Tudo foi mais que perfeito!

Eu, meu pai, sinto o senhor cada vez mais forte em mim, e, estranhamente, muitas vezes, sinto que o que emana de mim é aquilo que no senhor era fruto natural. Benditos delírios do meu pai!

Meu paizinho Cumarú! Quando meu espírito crescer um pouco mais, espero ficar mais parecida ainda com o senhor.

Com você, minha velha árvore, aprendo o meu lugar neste mundo, e, também, aprendo a hora de deixar, de sair, de esperar, de crer, de não me abalar, e de ver glória em tudo, pois, fé de Cumarú sabe que é na morte que a Grande Árvore mais dá fruto.

É isto meu amor, minha árvore, meu pai e meu alento! Meu velho e amado sonhador.

Hoje já passei ali na sua bengala, que veio aqui para a minha casa, cheiro os anos de seu suor no descanso da bengala. Ah, meu Pai! Seu cheiro de homem de trabalhos está impregnado em sua bengala. Eu aspiro seu cheiro como aroma que alenta minha saudade.

Foram tantas dicas, orientações, cochichos, pitacos, como ele próprio falava. Sempre esteve certo em suas avaliações e discernimentos, sobre nós, seus filhos. Eu é que nem sempre estive preparada para absorver tanta perspicácia e sabedoria.

Sentirei falta da constante e inexplicável compreensão, da palavra segura, do olhar penetrante e afável, do cuidado com nossos corações e emoções, essências da alma.

Sua capacidade de nos trazer a consciência nossas necessidades interiores e abstrair nossos anseios profundos se reflete em tudo que faço e penso.

Hoje me sinto cada dia mais forte na mesma força que fortalecia a sua fraqueza!

Paizinho, obrigado pelos anos de vida de madeira de lei que o senhor nos ofereceu!

Sua netinha, a Hellena, me perguntou se Jesus não poderia dar um recado para o senhor.

Eu disse que sim. Que ela somente tinha que falar. Então ela falou: “Bivô! Aqui está tudo bem!”

Papai, Deus é realmente lindo, como o senhor falava não em excesso de palavras, mas como experiência de contemplação.

Hoje não falo de sua partida. Falo das bênçãos de sua entrada no jardim de todos os Cumarús. Assim, hoje, apenas peço:
- Jesus! Beija meu paizinho por mim, tá?

Ah! Não! Papai não é pra ser chorado. Papai é pra ser cantado; é pra ser lembrado com lágrimas gratas; é pra ser levado nos braços do carinho e da gratidão.

Nossa família vive da fé; e, meu pai viveu mais ainda; de tal modo que nossa saudade já está plena de amor consolador.

Caroline.

terça-feira, 22 de março de 2011

Dia Mundial da Água


História do Dia Mundial da Água, 22 de março, Declaração Universal dos Direitos da Água, sugestões de preservação.

Água: um bem natural que deve ser preservado


História do Dia Mundial da Água

O Dia Mundial da Água foi criado pela ONU (Organização das Nações Unidas) no dia 22 de março de 1992. O dia 22 de março, de cada ano, é destinado a discussão sobre os diversos temas relacionadas a este importante bem natural.

Mas porque a ONU se preocupou com a água se sabemos que dois terços do planeta Terra é formado por este precioso líquido? A razão é que pouca quantidade, cerca de 0,008 %, do total da água do nosso planeta é potável (própria para o consumo). E como sabemos, grande parte das fontes desta água (rios, lagos e represas) esta sendo contaminada, poluída e degradada pela ação predatória do homem. Esta situação é preocupante, pois poderá faltar, num futuro próximo, água para o consumo de grande parte da população mundial. Pensando nisso, foi instituído o Dia Mundial da Água, cujo objetivo principal é criar um momento de reflexão, análise, conscientização e elaboração de medidas práticas para resolver tal problema.

No dia 22 de março de 1992, a ONU também divulgou um importante documento: a “Declaração Universal dos Direitos da Água” (leia abaixo). Este texto apresenta uma série de medidas, sugestões e informações que servem para despertar a consciência ecológica da população e dos governantes para a questão da água.

Mas como devemos comemorar esta importante data? Não só neste dia, mas também nos outros 364 dias do ano, precisamos tomar atitudes em nosso dia-a-dia que colaborem para a preservação e economia deste bem natural. Sugestões não faltam: não jogar lixo nos rios e lagos; economizar água nas atividades cotidianas (banho, escovação de dentes, lavagem de louças etc); reutilizar a água em diversas situações; respeitar as regiões de mananciais e divulgar idéias ecológicas para amigos, parentes e outras pessoas.


Declaração Universal dos Direitos da Água

Art. 1º - A água faz parte do patrimônio do planeta.Cada continente, cada povo, cada nação, cada região, cada cidade, cada cidadão é plenamente responsável aos olhos de todos.

Art. 2º - A água é a seiva do nosso planeta.Ela é a condição essencial de vida de todo ser vegetal, animal ou humano. Sem ela não poderíamos conceber como são a atmosfera, o clima, a vegetação, a cultura ou a agricultura. O direito à água é um dos direitos fundamentais do ser humano: o direito à vida, tal qual é estipulado do Art. 3 º da Declaração dos Direitos do Homem.

Art. 3º - Os recursos naturais de transformação da água em água potável são lentos, frágeis e muito limitados. Assim sendo, a água deve ser manipulada com racionalidade, precaução e parcimônia.

Art. 4º - O equilíbrio e o futuro do nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos. Estes devem permanecer intactos e funcionando normalmente para garantir a continuidade da vida sobre a Terra. Este equilíbrio depende, em particular, da preservação dos mares e oceanos, por onde os ciclos começam.

Art. 5º - A água não é somente uma herança dos nossos predecessores; ela é, sobretudo, um empréstimo aos nossos sucessores. Sua proteção constitui uma necessidade vital, assim como uma obrigação moral do homem para com as gerações presentes e futuras.

Art. 6º - A água não é uma doação gratuita da natureza; ela tem um valor econômico: precisa-se saber que ela é, algumas vezes, rara e dispendiosa e que pode muito bem escassear em qualquer região do mundo.

Art. 7º - A água não deve ser desperdiçada, nem poluída, nem envenenada. De maneira geral, sua utilização deve ser feita com consciência e discernimento para que não se chegue a uma situação de esgotamento ou de deterioração da qualidade das reservas atualmente disponíveis.

Art. 8º - A utilização da água implica no respeito à lei. Sua proteção constitui uma obrigação jurídica para todo homem ou grupo social que a utiliza. Esta questão não deve ser ignorada nem pelo homem nem pelo Estado.

Art. 9º - A gestão da água impõe um equilíbrio entre os imperativos de sua proteção e as necessidades de ordem econômica, sanitária e social.

Art. 10º - O planejamento da gestão da água deve levar em conta a solidariedade e o consenso em razão de sua distribuição desigual sobre a Terra.

A importância do DEM para o Brasil

Por
JOSÉ AGRIPINO MAIA

Defendemos a participação do capital privado nos setores nos quais o Estado não tem recursos para proporcionar a infraestrutura que o país exige.

Nosso partido, o Democratas, defende o liberalismo econômico com justiça social. Nossos compromissos são fortes e transparentes.

Temos identificação programática com a economia baseada na livre-iniciativa, com o sistema político plural e participativo, com a liberdade irrestrita de imprensa, e com a diminuição da carga tributária. Acreditamos que o Estado deve servir à sociedade e não a sociedade ao Estado.

Nossas formulações também levam em conta o cidadão comum, que quer ver sua pequena empresa crescer e gerar empregos mas que, por outro lado, enfrenta dificuldades burocráticas, precisa pagar inúmeros impostos e não tem a contrapartida necessária do Estado em saúde ou segurança.

Heróis, os empreendedores brasileiros são os principais responsáveis pela criação de vagas de trabalho e diminuição da pobreza.

O DEM possui compromissos irrevogáveis com os direitos individuais, a meritocracia, a educação de alto nível e a igualdade de oportunidades. O partido não tolera os regimes não democráticos, não importa a sua ideologia, e defende a participação do capital privado nos setores nos quais o Estado não tem recursos para proporcionar a infraestrutura que o país exige.

É evidente que o Brasil passa por um período de notável desenvolvimento. O governo do PT, entretanto, esconde que os avanços só foram possíveis pois ideias sempre defendidas pelo Democratas foram implantadas nos governos Itamar Franco e FHC e mantidas no começo da gestão Lula. Entre elas, o combate à inflação, o equilíbrio das contas públicas e o cumprimento à Lei de Responsabilidade Fiscal.

Sem essas ações de cunho liberal, somadas com a enorme demanda pelas commodities brasileiras, governistas sabem que não teriam muito a comemorar. Foram premiados pelas circunstâncias e tiveram a sensatez de não terem colocado em prática muitas ideias que sempre abraçaram, como o rompimento com organismos internacionais.

Mas é preciso dizer que o governo não aproveitou a bonança mundial para tomar muitas medidas necessárias ao Brasil, como aprimorar nossa infraestrutura. Portos, estradas e aeroportos de má qualidade travam a possibilidade do desenvolvimento a longo prazo. Além disso, para ajudar a eleger a atual presidente, o PT novamente desarrumou as contas públicas.

Para se ter uma noção, entre 2006 e 2010, as despesas correntes do governo, decorrentes do gigantismo do Estado, aumentaram em R$ 221 bilhões, ajudando a elevar a dívida interna para R$ 1,7 trilhão, e obrigando o Tesouro a pagar de juros, só em 2010, R$ 195,4 bilhões. Aí vai pelo ralo o dinheiro que falta para investir em infraestrutura.

Fora o corte no orçamento, o governo ensaia tentativas de fazer a população pagar o rombo por meio da recriação da CPMF. Em 2007, não conseguiu. À época, o DEM liderou o movimento que impediu a manutenção da contribuição. Foi o fato mais visível do seu trabalho em obediência ao desejo da sociedade, reafirmando a independência do Poder Legislativo.

Mas a história do DEM é longa. No mínimo remete a 1985, quando a então Frente Liberal contribuiu decisivamente para a eleição de Tancredo Neves, permitindo a volta da democracia, com a realização de eleições diretas em todos os níveis. Atualmente, o partido honra sua tradição exigindo dos integrantes padrão ético. No DEM, envolvidos em desvio de conduta são expulsos ou obrigados a renunciar.

A quem não vence eleições é destinado o papel de oposição, que precisa fiscalizar o governo de modo responsável e propor alternativas. Este é o nosso dever. Uma atuação rigorosa na qual não se permite a presença de oportunistas. Tendo nossas ideias como principais armas, cumpriremos nossa missão.

 
* JOSÉ AGRIPINO MAIA é senador pelo Rio Grande do Norte e presidente do Democratas

sábado, 19 de março de 2011

Super lua cheia será a maior em 18 anos

Se você está planejando um jantar romântico, o sábado pode fornecer as condições ideais para sua noite: uma super lua cheia estará no céu.

Neste dia 19 de março ocorre um fenômeno conhecido como super “lua perigeu” – algo que só acontece a cada 18 anos. O resultado é que, ao nascer no leste, nosso satélite natural estará maior e mais brilhante do que o normal.




As luas cheias variam de tamanho por causa de sua órbita oval. O trajeto elíptico tem um lado (chamado perigeu) cerca de 50 mil km mais perto da Terra do que o outro (apogeu). Para um observador no planeta, as luas perigeu ficam 14% maiores e 30% mais brilhantes do que a apogeu.

No dia 19 de março, a Lua estará em seu perigeu máximo – 356.577 km de distância. A proximidade é beneficiada por outra coincidência: para a maior parte do ocidente, ela surge no horizonte menos de uma hora após o perigeu. Esse fenômeno aconteceu pela última vez em março de 1993.

Essa proximidade da Lua pode aumentar um pouco as marés, mas não há com o que se preocupar: as variações serão de apenas alguns centímetros a mais do que o normal. A Nasa ainda alerta: ao contrário do que alguns boatos que circularam na internet dizem, as luas perigeu não disparam desastres naturais.

E para quem quer tirar belas fotos, outra dica da Nasa: o melhor momento para observar a lua é quando ela ainda está perto do horizonte. Em contraste com árvores e prédios, ela parecerá ainda maior.


Para ter esse privilégio, o céu precisa está sem núvens. Aqui em Gravatá, mesmo sendo dia de São José (dia de chuva como sinal de boa colheita), as condições são as melhores possíveis.

Já aprontei o meu telescópio, conquistado no último EREA, separei um pacote de pipoca e vou aproveitar essa oportunidade única, até porque não sabemos se daqui a 20 anos, os céus permitirão rever tão bela imagem.

sexta-feira, 18 de março de 2011

DIGA NÃO À ENERGIA NUCLEAR


O mundo inteiro protesta contra energia nuclear. Aqui no Brasil, sua ação é fundamental para enterrar de vez a construção de Angra III. Assine nossa petição Pare Angra III.

O sofrimento dos japoneses contrasta com a fúria dos europeus. Em países como a França e Espanha, organizações locais pediram o fechamento de todas as centrais nucleares mais antigas e manifestações foram organizadas ou anunciadas em diversas cidades. A preocupação da opinião pública alemã impulsionou a chanceler Angela Merkel a anunciar a suspensão, por três meses, do funcionamento dos sete reatores antigos do país. A presidente Dilma precisa se manifestar sobre um assunto tão grave.

Peça à nossa presidente para interromper a construção de Angra III, assine nossa petição e reforce sua opinião. Diga à Dilma que você quer que o Brasil reveja seus investimentos em usinas nucleares. Elas são uma forma de geração cara e insegura. O país não precisa dela. Temos sol e vento suficientes para suprir nossas necessidades de energia no futuro. Exija um Brasil mais seguro e limpo.

Divulgue no twitter e facebook, convide seus amigos para assinar também. Faça parte da (R)evolução Enérgetica do Brasil. Seu ativismo é importante, sua colaboração também. É ela que há 40 anos sustenta nossos embates com a indústria de energia nuclear.

Abraços,


Ricardo Baitelo
Coordenador de campanha de energia
Greenpeace Brasil

Mitômanos e o Vício de Mentir


Você já pregou uma peça num amigo no dia primeiro de Abril, Gravatá sediará jogos internacionais de inverno? Já parou no estacionamento ao lado da Igreja Matriz de Santana e prometeu dar umas moedas a flanelinha da próxima vez? Já esteve na Sorveteria Alvorada e contou para alguém que o Prefeito Ozano Brito terá como vice-prefeito Bruno Martiniano nas próximas eleições? Ou já jurou que os professores seriam capazes de eleger um colega para o mandato de Vereador?

Bem, se você já fez esse tipo de “brincadeira”, fiquei tranquilo, porque você não sofre não de mitomania, um distúrbio que faz da pessoa um mentiroso compulsivo, pelo menos não por enquanto, já que ele pode ser adquirido com o passar do tempo.

A mitomania pode ser explicada como uma mania incontrolável de mentir. O mitômano acredita que a mentira é a melhor saída para o problema que enfrenta. Para a psicóloga Oneglia Nazareth, a mitomania 'é uma tendência mórbida que desfigura o processo de comunicação, pois atinge tanto o emissor quanto o receptor da mentira'. Segundo a psicóloga, não é possível classificar a mitomania como uma doença ou um transtorno.

Para outra psicóloga, Cinthia Labratti, 'a mitomania é uma das características visíveis de quem sofre por não conseguir lidar com a sociedade'. O mitômano acredita que será aceito apenas se inventar uma história. Ele pode inventar memórias de infância, falar de um pai violento ou mesmo se recriar como um profissional bem sucedido. Cinthia afirma que geralmente a mitomania está associada a quadros de depressão. Oneglia, por sua vez, acredita que a 'manifestação da mitomania deve-se à profunda necessidade de valor e atenção que o mitômano julga não receber'.

Dizer a verdade é um sofrimento para quem tem mitomania, doença definida como uma forma de desequilíbrio psíquico caracterizado essencialmente por declarações mentirosas, vistas pelos que sofrem do mal como realidade. Desse ponto de vista, podemos dizer que o discurso do mitômano é muito diferente daquele do mentiroso ou do fraudador, que tem finalidades práticas. Para estes, o objetivo não é a mentira, sendo esta apenas um meio para outros fins. Contam histórias ao mesmo tempo em que acreditam nelas. É também uma forma de consolo.

Pode parecer complicado identificar um legítimo mentiroso e um simples mitômano. Mas não é. É possível reconhecer uma pessoa que tem o vício de mentir. A mentira faz parte da vida do ser humano. É utilizada para agradar pessoas ou escapar de situações desconfortáveis, mas em alguns casos, pode se tornar patológica.

A Pseudolalia é uma mentira compulsiva resultante de um longo vício de mentir. Assim como o cleptomaníaco, que rouba objetos sem valor pelo vício de roubar, o mentiroso compulsivo mente por mentir. O que diferencia a mentira patológica ou pseudolalia da mentira “socialmente aceita” é a ausência de culpa, a intencionalidade e a freqüência com que o indivíduo pratica o ato.

A mentira é um grande problema quando denuncia uma dificuldade na aceitação da própria realidade; existem pessoas que chegam ao ponto de não saber mais o que é a verdade. A prática freqüente de viver uma situação imaginária pode ser o resultado de uma profunda insegurança emocional, além de traumas de infância.

Pois é, eu ao contrário do texto acima (montado através de pesquisa via web) penso que dificilmente as pessoas que sofrem desta doença conseguirão melhorar ou até mesmo curarem-se, especialmente quando iniciam sua vida profissional ou pública, investindo na mitomania em poucas doses diárias (para simplesmente provocar chistes) até evoluíram ao ato da pseudolalia (quando manipulam informações em benefício próprio, por exemplo).

Temos exemplos disto, quer no mundo do futebol (dirigentes desportivos) quer no mundo do trabalho (professores), em que as pessoas se vão habituando ao seu mundo imaginário e fora da realidade, quer no nosso meio, neste caso conheço alguns (que até me são próximos) que andam doentes há muitos anos...

É a vida, não é?

Confesso que muitas vezes a minha gastrite atinge um nível muito incômodo, quando fico sabendo que pessoas próximas (colegas de profissão, líderes de categorias, políticos que temos afinidades e até familiares) se utilizam destes tipos de distúrbios. A vontade imediata é chutar o balde e buscar fazer valer a dilatação das veias do pescoço.

Mas aí, parando pra pensar, me recordo de Gandhi, quando ele diz: "Amor e verdade são duas faces de Deus. A verdade é o fim, o amor, o caminho." Sem falar que, como disse uma amiga muito especial, quem luta pela verdade, sempre vai passar por estes tipos de gastrites. O importante é ter paciência, confiança em Deus e saber que Mitômanos e aqueles que sofrem com a pseudolalia, sempre existirão. Um dia, eles estarão apenas no rol dos escanteados da história, estigmatizados por suas próprias ações.


Mentirosos ilustres

Barão de Munchausen - O alemão Karl Friederich Hieronymus, mais conhecido como Barão de Munchausen, viveu entre 1720 e 1797. Ele lutou contra os turcos de 1740 a 1741, e, quando voltou da guerra, passou a relatar suas aventuras aos amigos. As histórias extraordinárias do Barão foram lançadas em livro pela primeira vez em 1785, na Inglaterra. Ele conta como venceu um exército inteiro fantasiado de galinha, como conseguiu sair de um poço muito fundo puxando os próprios cabelos, como cavalgou em uma bala de canhão e como ficou pendurado com seu cavalo na torre de uma igreja e subiu até a Lua escalando uma corda. O barão de Munchausen virou personagem de cinema em 1943 e 1988.

Pedro Malasartes - É um tipo caipira que defende os humildes desde a Idade Média. As histórias do mito, cheias de artimanhas e astúcias, já foram criadas em países da Europa e no Brasil. Pedro Malasartes foi interpretado no cinema pelo ator Amácio Mazzaropi, em 1960.

Pinóquio - Criado pelo escritor italiano Carlo Collodi, Pinóquio é um boneco de madeira que quer se transformar num menino de verdade. O livro foi editado pela primeira vez em 1883, na Itália. A particularidade do boneco é que seu nariz cresce cada vez que conta uma mentira. A história de Collodi virou filme de Walt Disney em 1940.